Manual para realizar backup da MFD

Gravação do Backup da MFD em arquivo eletrônico (mensalmente)

O contribuinte usuário de ECF com Memória de Fita Detalhe (MFD) deve, até o décimo dia útil de cada mês, gravar cópia da mesma em mídia óptica não regravável (CD ou DVD).

Importante ressaltar que a falta de geração mensal desse arquivo eletrônico pode trazer graves conseqüências ao estabelecimento usuário, pois além de se caracterizar como irregularidade por descumprimento de obrigação tributária acessória, sujeita a multa, poderá ser necessária a apresentação destes arquivos em caso de queima, roubo do equipamento ou dano nos dispositivos de memória eletrônica do ECF na ocasião da cessação de uso ou na solicitação de autorização para substituição da memória, o que impedirá o deferimento do pedido, caso não seja apresentado.

Os arquivos eletrônicos gerados devem ser mantidos pelo estabelecimento usuário do ECF pelo prazo de 5 (cinco) anos, pois são considerados pela legislação tributária como documentos fiscais sujeitos ao período de prescrição e decadência.

Atualização: Minas Gerais anunciou em 14 de Dezembro de 2018, o início da operação da Nota Fiscal Eletrônica de Consumidor (NFC-e), em substituição ao Emissor de Cupom Fiscal (ECF). Saiba mais detalhes!

Realizar Backup da MFD em impressora Bematech

Para executar o procedimento é necessário instalar o programa “WinMFD2” fornecido pela Bematech.

FIGURA 1 – Clique em Comunicação / Porta Impressora / Selecione a impressora utilizada pelo empresa.

 

FIGURA 2 – Clique em Comunicação / Modelo Impressora / Selecione a impressora utilizada, na dúvida é só verificar no painel da impressora qual é o modelo dela.

 

FIGURA 3 – clique em Comunicação / Download / Selecione a opção: Memória de Fita-Detalhe

 

FIGURA 4 – Informe o nome do arquivo, exemplo: C:\JANEIRO2008 ou, conforme a figura acima, C:\MARCO2008 em seguida clique em salvar.

 

FIGURA 5 – Marque a Opção “Por Data”, informe o período desejado e clique em Download… Atenção !!! Esta opção demora cerca de 20 minutos. Enquanto ela estiver em execução uma luz vermelha ficará intermitente no painel da impressora.

 

FIGURA 6 – Clique na opção Registros Tipo E

 

FIGURA 7 – No campo origem escolha a arquivo MFD que geramos no passo descrito na figura 4 e figura 5. Em destino escolha a pasta onde o arquivo MFD esta gravado e coloque para criar o arquivo MF.TXT. Preencha os campos de data inicial, data final, razão social e endereço da empresa. E no campo Cmd escolha a opção MF e clique em gerar Registros.

 

FIGURA 8 – No campo origem escolha a arquivo MFD que geramos no passo descrito na figura 4 e figura 5. Em destino escolha a pasta onde o arquivo MFD esta gravado e coloque para criar o arquivo MFD.TXT. Preencha os campos de data inicial, data final, razão social e endereço da empresa. E no campo Cmd escolha a opção MFD e clique em gerar Registros.

 

FIGURA 9 – No campo origem escolha a arquivo MFD que geramos no passo descrito na figura 4 e figura 5. Em destino escolha a pasta onde o arquivo MFD esta gravado e coloque para criar o arquivo TDM.TXT. Preencha os campos de data inicial, data final, razão social e endereço da empresa. E no campo Cmd escolha a opção TDM e clique em gerar Registros.

 

FIGURA 10 – Assim que terminar, dirija-se até o menu Arquivo / selecione CAT-52

 

FIGURA 11 – Selecione a opção: “Gerar do arquivo MFD (Memória de Fita Detalhe) No campo origem escolha a arquivo MFD que geramos no passo descrito na figura 4 e figura 5. Em destino escolha a pasta onde o arquivo MFD esta gravado. Digite o período desejado e clique em Gerar Registros. Obs: esta opção leva cerca de 2 minutos…

 

FIGURA 12 – Assim que terminar a opção anterior, feche o programa e graves todos os
arquivos da pasta em um CD NÃO regravável.

Realizar o Backup da MFD em impressoras Daruma

Para executar o procedimento é necessário instalar o programa “uDecoder” fornecido pela Daruma.

FIGURA 1 – Clique em impressora e escolha a porta de comunicação.
Em intervalo coloque por COO e no campo inicio coloque 1 e fim coloque 999999.
Em MF marque as opções Download e Gerar TXT.
Em MFD marque as opções Download e Gerar TXT.
Em Nota Fiscal Paulista marque a opção Gerar NFP.
Em Assinatura Digital DESMARQUE a opção Assinar Arquivos.
Agora clique em DECODIFICAR.

 

FIGURA 2 – Quando o processo de terminar ira surgir uma janela com o resumo do processo. Agora feche o programa e entre na pasta onde o programa “uDecoder” esta instalado.

 

FIGURA 3 – Agora grave as pastas SAIDA, MFD e TEMP em um CD NÃO regravável.

 

Gostaria de saber mais sobre as soluções da Sygma para sua empresa? Fale conosco através do chat ao vivo, ou se preferir, informe seus dados que um especialista entrará em contato!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *