fbpx
Planejamento Agrícola: o que é, importância e dicas de como fazer

Planejamento Agrícola: o que é, importância e dicas de como fazer

Compartilhe:

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Email
planejamento agrícola

A agricultura é uma parte importante da nossa economia mundial. Quando se trata de produtividade e resultados, o planejamento agrícola desempenha um papel fundamental para garantir bons resultados. 

“Mas, o que exatamente é planejamento agrícola? Por que é tão importante?” 

Neste artigo, vamos explicar os princípios de um plano agrícola, dar algumas informações básicas sobre como fazer isso corretamente e apontar os principais benefícios desta prática. 

Se você tem intenção de maximizar o sucesso na produção rural, leia este post até o final para conhecer todas as ferramentas necessárias!

O que é planejamento agrícola?

Planejamento agrícola é a análise de recursos disponíveis, como mão de obra, terra e dinheiro, bem como as condições climáticas e do solo, visando a sustentabilidade da cadeia alimentícia, a maximização dos rendimentos e a diminuição de riscos. 

Dessa forma, é preciso ter uma ampla gama de habilidades e conhecimentos especializados para garantir a segurança econômica da agricultura a longo prazo.

Qual a importância do planejamento agrícola?

Um plano agrícola é fundamental para a garantia e sucesso do setor. Isso porque, a partir do estudo, são traçadas estratégias para aumentar a produtividade e reduzir custos e riscos. 

Além disso, o planejamento agrícola permite que o produtor saiba o momento certo de plantar e colher, evitando perdas e prejuízos. 

Com um planejamento bem estruturado, é possível, ainda, ter mais segurança na hora de buscar financiamentos e investimentos no setor. 

Então, essa forma de plano é essencial para o desenvolvimento sustentável do setor, contribuindo significativamente para o crescimento da economia do país.

Explore a eficiência do nosso sistema gerencial empresarial!

Quais são os tipos de planejamento rural?

Existem vários tipos de planejamentos rurais. É claro que quanto mais você souber e aplicar as recomendações deles, melhor. Confira quais são os tipos existentes: 

1. Planejamento mercadológico

O planejamento mercadológico permite conhecer o mercado e as demandas dos consumidores, direcionando as atividades da propriedade rural para atender essas necessidades. 

Com o planejamento mercadológico, os produtores conseguem ajustar as culturas e investir em tecnologias que otimizem a produção e aumentem a eficiência do processo, contribuindo para a maximização dos lucros e para a sustentabilidade do negócio rural. 

É uma estratégia importante para os agricultores poderem se manter competitivos e acompanhar as transformações do mercado.

Experimente grátis o software para agronegócio AgroGestor Sygma
Experimente grátis por 15 dias nosso software para agronegócio

2. Planejamento financeiro

Essa modalidade é responsável por garantir a sustentabilidade econômica do negócio e deve considerar os custos de produção, o fluxo de caixa e a elaboração de um orçamento anual. 

É importante lembrar que o planejamento financeiro não é uma tarefa exclusiva do produtor rural, mas também de sua equipe, que deve auxiliá-lo na tomada de decisões financeiras para o negócio rural poder alcançar todo seu potencial.

3. Planejamento estratégico

Já o planejamento estratégico é um conjunto de técnicas e ferramentas utilizadas para definir os objetivos, metas e estratégias a serem seguidas em um determinado período. 

Este tipo de plano envolve não só a análise das condições atuais da propriedade, mas também a previsão de cenários futuros. 

O objetivo final é aumentar o potencial produtivo da área, minimizando riscos e garantindo a viabilidade econômica do negócio. 

Para isso, é essencial contar com uma equipe técnica especializada e atualizada, que possa oferecer suporte técnico e orientações precisas aos produtores rurais.

4. Planejamento técnico-produtivo

No guarda-chuva do planejamento agrícola também existe o planejamento técnico-produtivo. 

Esse tipo de programa é voltado para a produção e a produtividade do campo, incluindo desde o cultivo até o controle de qualidade do produto final. 

É indispensável para quem busca uma agricultura de sucesso e rentabilidade. O planejamento técnico-produtivo requer conhecimento técnico do solo, clima, plantio, entre outros aspectos, além de uma visão estratégica de negócio. 
Por isso, é importante contar com uma equipe especializada e atualizada para garantir os melhores resultados para a produção rural.

Quais as principais etapas do planejamento agrícola?

O planejamento para o setor agrícola, de fato, é um trabalho que demanda bastante atenção e tempo. Então, para tornar essa tarefa mais fácil e assertiva, vale a pena fracioná-la. 

Confira por quais etapas você pode seguir: 

1. Levantamento de Dados

Para um planejamento agrícola ser bem-sucedido, é necessário percorrer diversas etapas. A primeira delas é levantar dados, que consiste em coletar informações sobre a propriedade rural, como o clima da região, tipos de solo, topografia e histórico da produção. 

Esses dados são fundamentais para a tomada de decisões no processo de planejamento, permitindo a escolha das melhores culturas e técnicas agrícolas a serem adotadas. 

Além disso, o levantamento de dados também contribui para a elaboração de um orçamento e para a gestão financeira da propriedade. 

2. Definição de Culturas e Variedades

Outra das etapas mais importantes do planejamento agrícola é a definição das culturas e variedades que serão cultivadas. Essa decisão deve considerar fatores como o clima da região, a disponibilidade de água e o tipo de solo. 

Além disso, é preciso avaliar a demanda do mercado e o potencial de lucro de cada cultura. Escolher a variedade certa também é crucial para garantir uma boa colheita e maximizar os lucros. 

Por isso, é importante que os agricultores realizem pesquisas e busquem orientações de especialistas antes de tomar essa decisão tão importante.

3. Planejamento de Plantio

O Planejamento de Plantio é o processo de planejar o cultivo de uma área, tendo em conta vários fatores para obter uma colheita bem-sucedida. 

Antes do plantio, deve-se fazer uma análise da área para determinar as condições do solo e do clima, além de avaliar aspectos técnicos e econômicos. 

Escolher o cultivo adequado, preparar o solo (como dito no parágrafo anterior), selecionar as sementes, escolher o momento adequado para o plantio e determinar a irrigação são algumas das etapas fundamentais para o planejamento ser bem-sucedido. 

Afinal, o Plantio planejado promove o aumento de produtividade do solo, gerando uma colheita mais abundante, além de contribuir para reduzir a perda de sementes e doenças nas plantas.

4. Gestão de Recursos e Insumos

Já a gestão de recursos e insumos é a análise detalhada do que o produtor tem e o que ele necessita para fazer seu trabalho voltado à terra. 

Então, é preciso identificar as necessidades de maquinário, equipamentos, mão de obra, fertilizantes, defensivos, entre outros. 

Dessa forma, é possível gerir eficientemente os recursos e garantir que os insumos sejam utilizados de maneira estratégica e econômica. 

5.  Manejo de Pragas e Doenças

Para garantir que as plantações cresçam saudáveis e produtivas, é fundamental que os agricultores tenham conhecimento sobre os principais insetos e doenças que afetam suas culturas e saibam como controlá-los de maneira eficaz e sustentável. 

Entre as principais técnicas utilizadas no manejo estão o monitoramento constante das plantações, a escolha de variedades resistentes a doenças e pragas, a utilização de tecnologias de controle biológico e a aplicação criteriosa de defensivos agrícolas.

Todos esses passos sempre seguindo as recomendações dos órgãos reguladores. 

Dessa forma, é possível garantir a produção de alimentos de qualidade, mantendo a sustentabilidade e a rentabilidade da atividade agrícola.

6. Colheita e Pós-Colheita

Com o objetivo de tornar a produção agrícola mais eficiente e produtiva, é preciso seguir as etapas de colheita e pós-colheita. 

A colheita, por exemplo, consiste em separar os grãos das plantas com o uso de equipamentos específicos. Já a pós-colheita, por sua vez, refere-se à fase posterior à colheita, onde os grãos precisam ser armazenados e processados corretamente para não estragarem. 

Mesmo que pareçam simples, são etapas que envolvem muita experiência e precisão para garantir que a produção seja de qualidade e atenda às demandas do mercado.

planejamento agrícola

Conheça as vantagens do Emissor de Notas Fiscais Eletrônicas da Sygma Sistemas. Você pode usar o software gratuitamente por até 15 dias. Facilite seus envios e controle geral de notas fiscais fácil, rápido e seguramente!

Dicas para colocar o planejamento agrícola em prática

Como dito até aqui, o planejamento agrícola é o segredo para o sucesso na agricultura. “Mas como colocar esse planejamento em prática? O que mais é preciso saber?” 

É importante seguir essas dicas para garantir que o seu planejamento seja efetivo: 

Primeiro, é essencial conhecer bem a sua propriedade, entender o solo, o clima, a topografia e as condições gerais da região. Com essas informações em mãos, é possível fazer um planejamento adequado ao perfil da sua propriedade e às necessidades da planta. 

Além disso, é preciso estar sempre atualizado sobre as novas tecnologias disponíveis e as tendências do mercado. Com essas medidas em mente, colocar o planejamento agrícola em prática será muito mais fácil e os resultados colhidos serão ainda melhores.

Conheça também o AgroGestor Symga, o nosso sistema de gestão para agronegócio!

como fazer um planejamento agrícola

Como o Sistema de Gestão para Fazendas da Sygma Sistemas Auxilia no Planejamento Agrícola?

Com o Sistema de Gestão para Fazendas da Sygma Sistemas, todo o planejamento agrícola se torna mais fácil e organizado. 

Isso porque o nosso software possibilita um controle detalhado das atividades diárias, permitindo que o agricultor faça um planejamento mais assertivo das suas plantações. 

Além disso, o sistema também auxilia na gestão financeira da propriedade, possibilitando a análise de custos e lucros de forma mais precisa. 

Com essa ferramenta, a administração da fazenda passa a ser mais eficiente e simplificada, resultando em uma produção mais eficiente e rentável.

Confira outros benefícios que o software oferece: 

  • cadastro de clientes e fornecedores;
  • controle de estoque;
  • importação de compras;
  • emissão de notas fiscais;
  • gerenciamento de contas a pagar;
  • estoque de produção e insumos;
  • apontamento de consumo;
  • acesso ao Livro Caixa Digital do Produtor Rural (LCDPR);
  • gerenciamento de propriedades;
  • dentre outros. 
Experimente grátis o software para agronegócio AgroGestor Sygma
Experimente grátis por 15 dias nosso software para agronegócio

Otimize seu planejamento agrícola e impulsione a produtividade da sua fazenda com o nosso Sistema de Gestão para Fazendas. Descubra como a tecnologia pode revolucionar a maneira como você cultiva, gerencia recursos e toma decisões estratégicas. Experimente agora e dê o próximo passo para o sucesso agrícola!

Conclusão

Fazer planejamento não precisa ser complicado, você pode ter sucesso aproveitando dessas dicas úteis. 

Além disso, vale lembrar o quanto é importante o uso de um software agrícola para facilitar o processo de planificação dos seus projetos. 

Com o Sistema de Gestão para Fazendas da Sygma Sistemas, você encontra treinamentos com tutoriais e ferramentas sofisticadas com tecnologias avançadas para agilizar todos os seus processos. 

Então, mãos à obra… Comece os seus planejamentos e tenha o devido sucesso com suas atividades rurais! 

O AGROGESTOR® SYGMA FACILITA A VIDA
DO PRODUTOR RURAL NO DIA A DIA.

Com o AgroGestor® SYGMA, nosso software desenvolvido para atender às necessidades específicas da gestão de agronegócios, você conseguirá controlar as despesas e receitas, registrar as compras e gastos de insumos com apenas alguns cliques, emitir notas fiscais de vendas, atender a exigência do Livro Caixa Digital (LCDPR) e ainda apurar o resultado de sua atividade rural. Você conta também com o atendimento 5 estrelas do nosso suporte técnico rápido, com plantão 24 horas mesmo em finais de semana e feriados. Com o software para fazendas da SYGMA, você nunca fica na mão! Se é SYGMA, você pode confiar.

Software para Agronegócio AgroGestor

Veja também:

Recurso grátis para consultar SPC pela internet

Como consultar SPC utilizando o sistema de gestão Sygma

Através de parceria com a CDL, é possível realizar consulta ao SPC diretamente no sistema de gestão Sygma. Utilize este recurso gratuito para automatizar a análise de crédito de sua empresa e acabe com a inadimplência.

Produtor Rural emitindo Nota Fiscal Produtor Rural

Produtor Rural já pode emitir NFe

A Nota Fiscal Eletrônica (NFe) já pode ser emitida por produtor rural, em substituição ao talão de nota fiscal produtor rural (Modelo 4) e a Nota Avulsa (NFAe). Divulgação da NT 2018.01 da SEFAZ permitiu a emissão de NFe para Produtor Rural utilizando o CPF da Pessoa Física. Saiba mais!

Comentários:

Deixe um comentário

Software para Agronegócio AgroGestor

AgroGestor® SYGMA é sua melhor opção de software de gestão para agronegócios

Experimente
Grátis!

A Solução que facilita a vida do produtor rural.

Teste nosso Sistema para Agronegócio por 15 dias, com a garantia do suporte 24 horas e a qualidade SYGMA aprovada por mais de 12.000 usuários no Brasil!

Explore
Drag